Sabe aquela vontade de sair da zona de conforto e se aventurar em um ambiente ainda pouco explorado? Essa visão empreendedora foi a “virada de chave” na trajetória profissional de Taynara Rodrigues, nossa parceira convidada para a Coluna Perfis deste mês.

Preparamos um artigo especial para você conhecer um pouco mais da história dessa jovem empreendedora que é fundadora e CEO da Data Guide, empresa especializada em projetos de adequação à LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados).

Objetivos traçados desde os primeiros anos da graduação

A escolha pela graduação em direito na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) surgiu aos 17 anos. Sem nenhuma influência familiar, mas com o DNA e a admiração por uma mãe empreendedora, Taynara tinha apenas uma certeza: o desejo de advogar e a vontade de ser dona do seu próprio escritório.

As referências na área jurídica praticamente não existiam, as respostas sobre o futuro eram poucas e a sua trajetória profissional começava a dar os primeiros passos.

A primeira experiência, de fato, foi como assistente jurídica do núcleo de startups de um escritório em Florianópolis. Foi ali que a então estudante teve o primeiro contato com a área que lhe despertaria maior interesse no futuro: a proteção de dados. Um dos clientes operava no mercado internacional e necessitava focar os atendimentos a partir do Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia.

O interesse pelo tema fez surgir uma reflexão sobre a realidade das empresas brasileiras. Taynara percebeu que seria questão de tempo para que a privacidade dos clientes passasse a fazer parte da rotina de muitos negócios em território nacional:

Comecei a estudar mais sobre legislações de proteção de dados e, na medida que fui me aprofundando, percebi que a preocupação com proteção de dados e privacidade seria uma realidade das empresas brasileiras, já que a pressão legislativa para a criação da nossa LGPD estava aumentando”, declara.

LGPD e a proteção de dados: a novidade que despertava curiosidade

Pode parecer estranho, mas há cerca de três anos este tema ainda era pouco conhecido por aqui. O interesse e a curiosidade pelo assunto fizeram Taynara decidir por uma especialização na área, no ano de 2018. Com poucos materiais disponíveis em português, a falta de profissionais que atuassem e falassem sobre a área, e o desconhecimento total sobre como atuar na prática com a proteção de dados para empresas, o desafio parecia cada vez maior:

Foi uma jornada de especialização muito autodidata, mas felizmente a realidade está mudando, a proteção e privacidade de dados está se tornando uma área mais popular e acessível”, lembra.

Superando as dificuldades e determinada a desvendar os mistérios que ainda cercavam o universo da proteção de dados, Taynara, então, se debruçou sobre os estudos e, aos poucos, começou a entender como funcionava a adequação de uma empresa à LGPD.

Uma das surpresas que a empreendedora teve, foi ao descobrir que a sua implementação não se tratava de um trabalho puramente jurídico, mas também envolvia atenção a outras especialidades, como a segurança da informação e as áreas de TI, por exemplo. Foi a partir dessas novas descobertas que a transição profissional de Taynara foi acontecendo de forma bem natural.

A visão empreendedora deu origem a um novo negócio

O conhecimento teórico passou a fazer parte da rotina profissional. Trabalhando no escritório de advocacia Silva Schütz, em Florianópolis, Taynara começou a atuar como Head da Área de Proteção de Dados da empresa.

No início, ela prestava consultoria sobre a aplicação da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) e GDPR (General Data Protection Regulation). Mas, para atuar com projetos de implementação das leis nas empresas, era fundamental o trabalho de profissionais que não fossem somente advogados.

Taynara percebeu que a criação de um setor exclusivo para tratar sobre LGPD seria inviável na estrutura de um escritório de advocacia. Foi aí que surgiu a ideia de abrir uma empresa que prestasse serviços voltados somente para a área de proteção de dados. Em parceria com Thiago Schütz, fundador do escritório Silva Schütz, o projeto saiu do papel. Nascia então a Data Guide!

Data Guide e a simplificação nos processos de proteção de dados

A Data Guide surgia com uma proposta inovadora para o mercado. Afinal, pouco se falava e, muito menos, se sabia sobre as questões relacionadas à LGPD. Com a experiência em empresas do segmento de tecnologia e inovação, Thiago e Taynara traziam no novo projeto a missão de guiar as organizações nos desafios de buscar por boas práticas que estivessem em conformidade com as legislações de proteção de dados.

Hoje trabalhamos com dois principais serviços. Com a implementação de programas de proteção de dados e privacidade em empresas, conseguimos adequá-las à LGPD com o diagnóstico de todo o seu fluxo de dados e o alinhamento de políticas e procedimentos para maior transparência e segurança no uso de dados. Além disso, também prestamos o serviço de DPO (Data Protection Officer – Encarregado de dados) aqui na Data Guide!

Em um mundo mais conectado e com as relações cada vez mais digitalizadas, Taynara destaca os cuidados que as organizações devem ter no cenário atual. Não só as empresas, mas também as pessoas que fazem parte dessas empresas:

Engenharia social é um método muito usado por fraudadores e cibercriminosos para obter informações confidenciais e acesso a sistemas restritos. Atualmente, grande parte dos ataques cibernéticos ocorrem através de técnicas como ‘phishing’, que busca induzir uma pessoa ao erro para que, voluntariamente, faça uma ação ou forneça informações. Se o seu time não estiver devidamente capacitado e não possuir pelo menos conhecimentos básicos em proteção de dados, sua empresa estará exposta a grandes riscos!”, alerta Taynara.

A privacidade ainda é um tema que não caminha a passos largos aqui no Brasil, mas é visível um aumento gradativo no interesse das pessoas e das empresas por esse assunto.

Segundo Taynara, a LGPD tem causado um verdadeiro efeito dominó de adequações no mercado. Na medida que uma empresa passa a olhar com mais cuidado para a temática da proteção de dados, naturalmente ela tende a demandar que todos os seus parceiros tenham também essa preocupação. Isso ocorre porque existe a possibilidade de responsabilização conjunta no compartilhamento de dados com terceiros.

Novas portas se abrem na relação entre empresas e clientes

Um universo desconhecido, a dedicação em conhecer o novo e a coragem de enfrentar todos os desafios que viessem pela frente. Hoje você conheceu um pouquinho mais da trajetória da Taynara Rodrigues, uma jovem empreendedora que se propôs a correr riscos, desviando de uma trajetória de sucesso previsível, porque escolheu ir em busca de um sonho antigo! Sobre o futuro das negociações digitais com as novas regras estabelecidas pela LGPD, Taynara revela um desejo:

Que possamos ter relações mais transparentes e conscientes em relação ao uso de dados pessoais.

Essa jornada incrível serviu de inspiração para você? Esperamos que sim! Fique de olho no nosso blog. Em breve, voltaremos com mais um perfil de sucesso!